Resenha do livro: Como eu era antes de você

Boa noite, meninas!

Dei uma super sumida, mas voltei super animada em colocar os posts em dia. Então, pra marcar essa volta, vou falar desse livro sensação do momento. Muitas de vocês já devem ter ouvido falar do filme, eu conheci a história através da minha irmã que soltou um spoiler caprichado após assisti-lo, porém só me deu ainda mais vontade de correr para os cinemas e chorar horrores. Como eu tenho a minha bebê, fica meio que impossível, ela não pára!! Dá nem pra cogitar uma sessão por aqui. Entrei no drive e fui ler o livro, então. Foi o que me restou e nossaaaaa, como chorei. Sério!!!

O livro conta a história  de Will, um cara que tinha uma vida extremamente ativa, gostava de aventuras, viajar pelo mundo, e então, ele atravessando uma rua, foi atropelado por uma moto, ficando tetraplégico. E Louisa, uma mulher de gosto extremamente criativo/peculiar que após perder seu emprego no café (que ela amava trabalhar) foi a uma agência, onde acabou encontrando a vaga de cuidadora -de Will, aliás. A princípio, ela reluta, mas acaba topando. Faz a entrevista com a mãe de Will, Camila, e acaba conseguindo a vaga. A princípio ela achou que seria impossível trabalhar com Will, pois ele era extremamente rude com ela, mas com o passar do tempo, ambos foram se aproximando e aprendendo a lidar um com o outro. Após ouvir uma conversa da mãe de Will com sua irmã que havia acabado de chegar de viagem, Lou descobre que Will já havia tentado suicídio, e que ele planejava então, dar um fim a tudo o que estava passando, e deu um prazo de seis meses, até ir para a Dignitas que realiza suicídio assistido, e promete uma morte sem dor. Lou ficou indignada, pensou em pedir demissão, mas foi convencida a não fazê-lo. Tentou tudo o que pode pra tornar esse tempo, até o fim do prazo, agradável, pois acreditava que Will desistiria. Ambos se apaixonam, e Lou chega a terminar seu relacionamento com Patrick (embora houvessem outros mil fatores para tal). Eles chegam a viajar, depois de muita insistência e planejamento de Lou, mas ela descobre no fim da viagem, após se beijarem que, mesmo ela se declarando para ele, não haveria volta, e que ele estava mesmo determinado a terminar com aquilo. Lou se desespera, mas mesmo assim vai até a suíça, na dignitas, no dia da morte de Will, para despedir-se.

Obviamente, esse foi o resumo do resumo, mas ainda assim dá  pra se ter uma noção  de quantas emoções  há  no meio dessa história toda. Lou é uma personagem maravilhosa, com uma vida  extremamente parada que passa a ver o mundo com outros olhos, após  conhecer Will. E Will é  um personagem com características fortes que nos faz perceber  que as dores das pessoas, e as coisas que as motivam, são particulares.  E que somente elas tem o poder de decidir o que querem ou não  para a própria vida, e quais são seus limites. Por mais extremas que sejam seus pontos de vistas, as vezes temos apenas de compreender, mesmo sendo difícil.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s