Não seja trouxa

Hey pessoal, tudo bem?

Hoje vou falar de um tipo de trouxa que pouca gente fala.

Normalmente, é falado no tipo que corre atrás de quem não merece, que fica batendo na mesma tecla mesmo que a pessoa esfregue na cara que não quer algo, ou que não sente o mesmo. Que é sacaneado e não toma uma atitude.

Mas há um tipo muito comum entre a galera que é aquele trouxa que tá em um relacionamento, mas que vive de olho no que o “mercado” tem pra oferecer, sabe? Que deixa brecha pras pessoas se aproximarem e ai é que está o perigo.

Primeiro, vamos deixar bem claro uma coisa: se você ta conhecendo alguém, acredite, essa pessoa sempre será uma maravilha de início, principalmente se ela está com segundas intenções com você. Vai se fazer da pessoa mais compreensiva do mundo, e assim que você tocar no problema do seu namoro, ela vai falar coisas do tipo: “NOSSA, MAS É LÓGICO QUE VOCÊ TÁ CERTO”, “EU NÃO AGUENTARIA ISSO TAMBÉM NÃO” e por aí em diante, só pra mostrar o quanto ela é parecidissima com você, e o quanto ela não faria aquilo, pra você pensar: essa pessoa é  maravilhosa, olha só, toda perfeita, compreensiva, cabeça.  

Amigão , amigona, não caiam nessa treta!!! Se você está em um relacionamento, óbvio que você não tem de aceitar tudo, só que as pessoas abrem mão umas das outras, hoje em dia, por qualquer motivo idiota. Assim num tá dando, amiguinhos. Nao tá dando pra ser feliz nesse planeta. Se você der brecha, claro que em todas as briguinhas por mais minúsculas que sejam, você vai ficar balançado vendo aquela pessoa que aparenta ser tão seu número, do seu lado. E hoje, parece que a pessoa tá  namorando, e já tem um bando de contato do facebook na geladeira, dai termina, e logo começa outro namoro e assim por diante. Cara, tá doendo a alma ver essas coisas. Defeitos, todos nós temos! Sério, não pense que tudo o que você vê no feed da pessoa, e o que ela passa pra você até altas horas da madrugada, diz o que ela realmente é. Então, se tá num relacionamento, não dê brechas! Presta atenção na pessoa que está com você. Teve um problema? Resolvam, não abram mão por ter um leque de opções na sua frente. Pare de passar seu número pra qualquer pessoa, pare de adicionar quem você sequer conhece… Se não você vai entrar num eterno ciclo namora>termina >namora>termina. Olhe mais para as pessoas como elas são: seres humanos falhos. E não fique sempre olhando pro terreno ao lado, você pode estar desperdiçando suas oportunidades de ser feliz, por causa de uma pessoa que na frente vai te apresentar seus defeitos e você vai novamente largar, com preguiça de segurar na mão da pessoa e lutar pra crescerem e amadurecerem juntos. Saiba diferenciar os defeitos bestas (desses que qualquer pessoa tem), daqueles que não são saudáveis e realmente são insuportáveis. Por mais amor, e menos egoísmo nas relações.

Anúncios

Não deixe, quem você ama, escapar

Assisti um filme chamado: Simplesmente acontece. Nele, Rosie e Alex são dois amigos de infância, que se amam, porém não abrem o jogo um para o outro. Nisso, várias coisas acontecem na vida de ambos, e toda vez que um vai se abrir para o outro, o outro acaba não estando disponível, e fica nessa coisa que parece que nunca será possível, porém no final os dois terminam juntos.
Fiz o resumo do resumo, pois é somente pra dar pra entender mais ou menos como funciona.
A maior lição que tirei desse filme foi: não deixar pra falar depois, o que você pode falar agora. Se sente algo por alguém, se levante e vá dizer para a pessoa, antes que seja tarde e ela acabe encontrando um outro alguém.
Quantas vezes na vida perdemos oportunidades por medo. Medo de não dar certo, de não se encaixar em algo, de ser desprezado, de não haver reciprocidade… Inúmeras, não é mesmo? E nisso, a vida vai passando. O tempo vai nos distanciando e a gente acaba vivendo com aquele nó na garganta de quem não conseguiu transparecer o que queria, apenas por uma ideia boba de que aquilo não pode dar certo. Mas, se existe a chance mínima de dar certo, por que não arriscar?
Por que ficar procurando felicidade em um outro canto?
A vida nos dá a chance, e a única coisa que temos de fazer é aproveitá-la. Ficar parado, esperando uma resposta pra tudo, só vai te fazer perder tempo. Aprenda a arriscar, o máximo que pode acontecer é: não dar certo. E isso não é nenhum fim do mundo. Fim do mundo é você aceitar a pessoa que ama,
indo embora, sem ao menos ter tentado ser feliz.
image

E se eu amar demais?

Estamos numa época que, se você se entrega a alguém totalmente, você é um idiota. Como se amar por completo, sem medos, fosse um erro… Não consigo ser metade, ou eu vou e dou o melhor de mim, ou prefiro nem ir. Não me importa se o outro vai ou não fazer a “parte dele”. Amar não é como um jogo, não precisa ser cheio de regras. Não precisa torná-lo difícil, nem perder a fé, achando que ninguém presta… Somente faça ser bom, se não for… Toca a vida, só isso.
A gente tem um medo de sofrer super antecipado. Pra quê?
Se estamos solteiros: “assim é melhor, pq ngm me magoa”.
Precisamos meeeesmo colocar sempre o negativismo em cima de algo que sequer existe? Não, claro que não.
Humanos são falhos e cada um tem sua individualidade. Tentar achar alguém que se encaixe em todas as suas expectativas, é impossível. Então, procure quem te faz bem, e se em algum momento o outro falhar: perdoe, pra dar alívio pro seu próprio coração e depois, vá procurar outro rumo pra tua vida.
Mas, não viva estacionado, pensando que nada nesse lance de amor, tem sentido. Faz todo o sentido, a gente é que complica e faz do amor algo intocável.
É preciso sentir, apenas. E isso só se faz com leveza na alma.