Não deixe, quem você ama, escapar

Assisti um filme chamado: Simplesmente acontece. Nele, Rosie e Alex são dois amigos de infância, que se amam, porém não abrem o jogo um para o outro. Nisso, várias coisas acontecem na vida de ambos, e toda vez que um vai se abrir para o outro, o outro acaba não estando disponível, e fica nessa coisa que parece que nunca será possível, porém no final os dois terminam juntos.
Fiz o resumo do resumo, pois é somente pra dar pra entender mais ou menos como funciona.
A maior lição que tirei desse filme foi: não deixar pra falar depois, o que você pode falar agora. Se sente algo por alguém, se levante e vá dizer para a pessoa, antes que seja tarde e ela acabe encontrando um outro alguém.
Quantas vezes na vida perdemos oportunidades por medo. Medo de não dar certo, de não se encaixar em algo, de ser desprezado, de não haver reciprocidade… Inúmeras, não é mesmo? E nisso, a vida vai passando. O tempo vai nos distanciando e a gente acaba vivendo com aquele nó na garganta de quem não conseguiu transparecer o que queria, apenas por uma ideia boba de que aquilo não pode dar certo. Mas, se existe a chance mínima de dar certo, por que não arriscar?
Por que ficar procurando felicidade em um outro canto?
A vida nos dá a chance, e a única coisa que temos de fazer é aproveitá-la. Ficar parado, esperando uma resposta pra tudo, só vai te fazer perder tempo. Aprenda a arriscar, o máximo que pode acontecer é: não dar certo. E isso não é nenhum fim do mundo. Fim do mundo é você aceitar a pessoa que ama,
indo embora, sem ao menos ter tentado ser feliz.
image

Anúncios